Dicas de Como Decorar o Interior de Quarto de Bebê

Para decorar o interior de um quarto de bebê, algumas dicas são fundamentais, uma vez que certos elementos precisam estar corretamente conjugados para conferir conforto, praticidade, silêncio e equilíbrio. Além disso, a disposição de móveis também deve ser prática, favorecer a circulação de pessoas e a limpeza do ambiente. Quartos de bebês precisam de limpeza impecável.

 

É sempre recomendável que a decoração do interior de quarto de bebê tenha início pela escolha das cores das paredes. Os tons pastéis devem sempre ser os mais privilegiados, pois são cores, além de mais adequadas à faixa etária, também, relaxantes. Devem ser evitadas cores muito chamativas e que excitem demais o bebê. Tons em azuis, lilases, verdes são bem interessantes, além de clássicas. Combinam com qualquer tipo de decoração, e também são unissex.

 

Escolha piso antiderrapante e de fácil limpeza. Cuide também da ventilação, nada de corrente de ar.

 

A área de um quarto de bebê deve ser pensada para várias funções distintas como amamentar a criança, dar banho, dormir, trocar a roupa, guardar todos os produtos e acessórios usados por ela, bem como ter até mesmo uma cama extra, no caso de haver babá no período noturno.

 

Dessa maneira, o ponto de partida para a decoração do interior do quarto do bebê deve ser a escolha do local onde ficará o berço. Este deve ficar disposto sempre na posição perpendicular à parede, de modo que se possa acessá-lo pelos dois lados. Opte por um modelo de berço que não tenha vãos muito grandes, para evitar que o bebê prenda as mãos. Também precisa ser bem arejado, com estrado regulável, almofadas amarradas nas grades, e se possível, ter ainda um mosqueteiro acoplado. O ideal é que o berço fique longe de janelas e próximo ao guarda-roupa  e / ou cômoda e o trocador.

 

Outro cuidado é quanto à posição d poltrona que deverá estar em posição oposta ao armário da criança. O ideal é que ela tenha encosto, seja almofadada, e com laterais de apoio para os braços da mãe. Caso haja alguma poltrona extra, para acompanhantes, coloque-a próxima à janela.

 

Também evite tipos de móveis que tenham arestas, quintas. Evite tintas que não sejam apropriadas para quartos de criança.

 

Já para revestir o piso, procure cobri-lo com vinis, emborrachados, que facilitam a limpeza e ajudam a manter a temperatura do ambiente. Também é aconselhável que se evite cortinas com tecidos pesados, para evitar o acúmulo de pó. O mesmo deve ser considerado quanto aos elementos decorativos.

Escolhendo Berços Para o Quarto do Bebê

Quem está já na fase de montagem do quarto da criança que está por vir, precisa ter a preocupação de fazer a compra do berço do bebê. Um dos últimos itens da compra na hora de fazer a montagem do quarto, este deve representar muito mais de que beleza e harmonia em um cômodo da casa. O berço é um móvel que vai abrigar por certo tempo, um serzinho bem indefeso e, por esta razão, precisa representar segurança, durabilidade e praticidade.

 

Muitos decoradores dizem que a decoração de um quarto de bebê, somente pode ter início depois da compra do berço. Não é bem assim. Ele faz parte de um conjunto que tem de ser pensado, considerando desde qualidade, tamanho e preço.

 

Há modelos de berços em madeira maciça, em MDF laqueado a até mesmo em aço. Os modelos conhecidos como americanos, possuem medidas de altura e largura em profundidades maiores do que os modelos mais simples e tradicionais. Há também hoje os modelos de berços desmontáveis conhecidos como “chiqueirinhos”, que podem ser dobrados e levados até mesmo em viagens. Costumam ser muito práticos, mas são ideais para bebês maiores ou crianças que já estão em fase de engatinhar.

 

O primeiro passo antes de efetuar a compra é medir o espaço onde o berço será colocado e, na sequência, medir os modelos que mais agradaram existentes nas lojas especializadas em móveis para quartos de bebês e crianças, para verificar se ele cabe no espaço destinado a ele. A medida básica com a qual se deve trabalhar é sempre de 1,30 de comprimento por 70 centímetros de largura interna. Verifique também se há colchões na medida do berço, pois há modelos que não são compatíveis com os padrões comuns de fabricação de colchões nacionais para berços.

 

Considere ainda o designer do berço, bem como o material do qual ele é produzido. Há modelos nos quais já estão acopladas cômodas e trocadores. Estes modelos de berços são maiores, além de serem altamente funcionais, já que dispensam a compra de outros móveis que nem sempre caberão no quarto da criança. Neste caso, a conta no momento da compra não deve ultrapassar o valor de dois móveis – berço e trocador. Veja se há rodízios e travas de segurança, uma vez que em muitos modelos de berço, as barras laterais, podem ser movimentadas e até mesmo removidas. Estes modelos custam mais porque se transformam em mini – camas.

 

Verifique ainda a questão das barras laterais, já que elas devem ser sempre mínimas, pois qualquer movimento inesperado da criança que está no berço poderá causar graves acidentes.

Como Escolher os Móveis Para o Quarto dos Bebês

É sempre uma tarefa muito gostosa fazer a decoração de quartos de bebês e de crianças. Isto por várias razões, entre elas a alegria de estar envolvido na preparação para a chegada de um novo membro da família.  Há algumas questões, no entanto, que devem ser considerada para que a escolha dos móveis do quarto do bebê seja feita sem grandes problemas. Todos os móveis devem ter um toque de leveza, bem como traços delicados e formatos adequados ao conjunto, de modo a contribuírem com um ambiente mais charmoso, prático e funcional.

 

O primeiro móvel que em geral os pais fazem a escolha é o berço. Ele deve responder a certos padrões de segurança, acima da beleza. Também devem ser práticos e duráveis, mesmo que sejam usados por pouco tempo, afinal, a vida de um bebê dentro do berço não será maior do que 3 anos.

 

É possível encontrar modelos criativos e tradicionais, como o berço americano, que darão aquele toque ao cômodo. Sendo assim, faça do berço um artifício poderoso na decoração. No caso da princesinha, vale investir num bercinho provençal, já que possui traços bem trabalhados. Já, para os meninos, uma boa opção é aquele com o formato de carrinho, ou aquele modelo de berço colorido. Todos podem ser encontrados em lojas especializadas na revenda de móveis para quartos de bebês e de crianças.

 

Outro móvel que é indispensável em um quarto de bebê é a cômoda. A cômoda muitas vezes tem multifuncionalidade: serve ainda como trocador. A cômoda também tem sido excelente alternativa, na escolha dos móveis para o quarto do bebê, em especial se este dispõe de pouco espaço, e ainda contribui de forma muito charmosa e eficaz com o ambiente. Para dar um toque mais divertido no ambiente, a sugestão é apostar numa cômoda multicolorida, ou então, numa única tonalidade mais alegre, como laranja ou verde-limão. Investir num modelo mais despojado, e optar por puxadores com motivos infantis mais descontraídos fará toda diferença.

 

Para quartos de bebês a melhor opção para acomodar as roupinhas, os acessórios e os brinquedos é a utilização de um pequeno armário e vários nichos. Um armário com portas em acrílico, por exemplo, é uma boa alternativa: além de dar um toque delicado, também auxilia na hora de visualizar as peças. Pendurar nichos é outra excelente opção para organizar, e dar aquele charme ao quarto do bebê.