Dicas de Decoração de Interiores Com Papel de Parede

Quem está querendo fazer algum tipo de modificação na decoração do interior da casa, nada melhor do que modificar as paredes: seja pintando de outra cor, colocando adesivos ou papéis de parede. Uma boa aposta é usar o papel de parede, seja estampado ou com textura para dar um ar de renovação e ainda conferir alegria ao local.

 

De acordo com os designers de interiores, toda a decoração deve conversar entre si, esta deve ser a grande regra. Por exemplo, se o ambiente é colorido, é importante  ter objetos em cores neutras, mais tranquilas, compondo uma harmonização com outras peças. No entanto, em um dos objetos deve ter uma das cores que estão inseridas no papel de parede, para que haja sincronia em relação às tonalidades do ambiente.

 

Os decoradores afirmam que a aposta em papéis de paredes estampados é muito válida, no entanto a utilização deles deve ficar em paredes únicas, com destaque para determinadas áreas, como a utilização em lavabos, cabeceira de quarto de casal, sala de jantar e corredor. A estampa tornará essas áreas mais atrativas.

 

De acordo com a escolha da estampa – se for pequena e delicada – pode ser aplicada em todo o ambiente. Vale lembrar que, em papéis de parede com estampas maiores, a recomendação é que seja feita uma composição com papéis de parede lisos, para não deixar o ambiente sobrecarregado de imagens. Os papéis de parede, contudo, devem ser aplicados por profissionais, uma vez que uma aplicação ruim certamente irá comprometer toda a composição do local. Por exemplo, é preciso harmonizar o desenho de uma estampa com outra parte da parede, e vice e versa. Se a aplicação na parede é em tecido, o cuidado deverá ser redobrado. O mesmo vale para aplicações de certos adesivos, em especial os maiores.

 

É possível escolher entre diversos tipos e modelos de cobertura para as paredes. Há uma imensa variedade de opções de papéis de parede, entre elas laváveis, finos, grossos e até mesmo com impermeabilização, o que facilita muito a limpeza do local.

 

O custo do papel de parede também segue a mesma linha de variedade. O preço costuma variar entre dez reais a mil reais o metro linear. Os estampados e impermeáveis costumam ser o mais caros do grupo. A escolha por uma qualidade inferior e preço menor poderá ser determinada pela área de aplicação. Em corredores, por exemplo, o ideal são os mais grossos, porque em geral as pessoas esbarram com frequência nas paredes.

Dicas Para Escolher o Papel de Parede Para os Diferentes Ambientes da Casa

Quem quer mudar a decoração dos ambientes da casa ou ainda, está terminando uma obra e quer uma boa dica de decoração, é fazer o uso de papel de parede. O papel de parede pode ser um ótimo aliado nos processos de decoração, ele dá uma vida nova aos ambientes que precisam de renovação e para os novos, ele proporciona um efeito muito interessante no conjunto da obra. No entanto, é sempre bom lembrar que há alguns aspectos que devem ser considerados antes de fazer a aplicação do papel de parede.

 

Por exemplo, é importante que a obra já tenha sido totalmente concluída antes de fazer a aplicação do papel de parede. Também é fundamental que a parede esteja preparada para a aplicação. Não pode haver imperfeições na parede, ela teve ter condições para aplicação do papel, para assim garantir a durabilidade do produto. A preparação com massa corrida ou fundo preparador para gesso é necessária para que a superfície fique lisa e impermeável. Uma parede úmida ou com infiltração não é aconselhável.

 

Além disso, também é importante que a escolha seja adequada a cada ambiente.

 

Também é preciso saber de antemão quais serão as paredes que vão receber a aplicação desse tipo de material. Escolher apenas uma parede do cômodo para aplicar o papel vai fazer com que a parede selecionada seja o ponto de destaque do ambiente. Este tipo de aplicação é ideal para papéis com cores fortes ou estampas chamativas e elaboradas, além de ser uma boa opção para quem ainda quer se acostumar com o efeito do material.

 

Para quem quer aplicar papel de parede nos quartos, também deve se ater a alguns cuidados. Em quartos de criança, por exemplo, o mais recomendável é a utilização do papel de parede vinílico, uma vez que a lavagem é mais prática e ele acumula menos poeira que outros materiais.

 

Já em salas, tanto de jantar quanto de estar, a aplicação do papel em uma única parede é uma boa pedida para turbinar a decoração sem criar um efeito visual pesado quando combinado com almofadas, sofás, poltronas, cortinas, tapetes e outros objetos. Quem preferir, pode optar pela aplicação de tons mais neutros em todas as paredes, causando uma sensação mais tradicional e aconchegante.

 

Já para quem deseja aplicar na cozinha, as aplicações mais comuns são as que não ocupam todas as paredes. Escolha uma parede para ser o ponto focal, ou aproveite as áreas entre bancadas e armários para fazer uma aplicação de meia parede.

Dicas de Aplicação de Papel de Parede em Alguns Ambientes

O uso de papel de parede tem se tornado mais comum na decoração de interiores, do que há alguns anos. Isto porque o produto se popularizou e teve o seu custo muito diminuído em relação ao que já custou um dia. Além disso, apostar na aplicação de papel de parede pode ser uma grande assertividade na hora de fazer a decoração. O papel de parede confere luminosidade a certos ambientes, destaque nas paredes em ambientes pequenos, além de ser uma boa possibilidade para redução de custos com a manutenção, já que alguns tipos de papel de parede podem ser lavados. Além disso, dependendo do material escolhido ele tem uma boa durabilidade, principalmente se comparado com outros tipos de acabamentos.

 

Uma boa aposta é fazer o uso da aplicação em escritórios e home offices. Secos e sem umidade recorrente, os escritórios e os home offices são ambientes que podem dispor de qualquer material de papel de parede – tudo depende da sua preferência pessoal. Quem preferir ambientes menos carregados visualmente, algo que favorece a concentração, deve optar por tons neutros e estampas discretas em aplicações em todas as paredes. Se quiser ousar nas cores e padronagens, selecione outros tipos de aplicação: apenas em uma parede, ou utilizando apenas meia parede.

 

O papel de parede pode ser uma boa pedida também em banheiros e lavabos. A única recomendação é que neste caso, a escolha do material deve ficar por conta do tipo vinílico, em especial em banheiros, por conta da umidade recorrente. O papel de parede vinílico é mais resistente à umidade e ao vapor, além de possuir maior durabilidade e facilidade de limpeza.

 

Como o banheiro é um ambiente que, frequentemente, não tem muitos objetos de decoração, o papel de parede pode ser o ponto principal de destaque do cômodo. Por isso, não hesite na hora de apostar em estampas diferentes e aplicações em todas as paredes.

 

E o uso não precisa ficar restrito aos ambientes tradicionais de uma casa. O papel de parede pode ser instalado em outros ambientes e pequenos cantinhos da casa. Escolher locais inesperados para aplicar um papel de parede vai valorizar o ambiente e chamar a atenção para cantos que poderiam passar totalmente despercebidos.

 

Os locais como corredores, varandas, paredes próximas a escadarias e até nos próprios degraus das escadas, podem receber papel de parede para garantir um destaque e charme a mais.  Nesse caso, o principal e considerar o material: em ambientes mais úmidos, com grande movimentação e sujeitos a sujarem-se facilmente, deve ser aplicado o papel de parede vinílico. Em ambientes secos, fique livre para usar o tipo que mais agradar.

 

Como Escolher o Papel de Parede Ideal Para a Sua Decoração

Quem quer decorar sozinho a sua casa, tem de saber que, embora seja uma tarefa nada fácil, não é também uma tarefa impossível. Basta que se tenha disposição e muita, muita boa vontade para fazer as escolhas certas e adequadas. Vale lembrar que o processo de decoração deve sempre levar em conta o estilo pessoal de casa um, bem como o estilo da casa. Mas nem sempre é possível combinar os dois. Então, o que fazer em uma situação como esta? Fazer a escolha ideal para o ambiente da casa que será decorado.

 

Este deve ser a premissa básica para a realização, por exemplo, da escolha do papel de paredes. Para quem não sabe, ao papel de parede é uma opção muito interessante para quem quer redecorar um ambiente. Além disso, ele é uma arma poderosa na decoração da casa. Investir no material pode ajudar a mudar completamente o aspecto de qualquer cantinho – dando vida da sala de estar até as paredes de um corredor ou escadaria.

 

E, geral, o efeito estético agrada e contribui muito com a decoração do ambiente. Dependendo da textura ou desenho, pode-se criar ilusão de ótica, dando amplitude no local instalado, ou mesmo um efeito mais aconchegante e intimista. Muitas vezes, também, os papéis de parede podem exercer funções acústicas e térmicas para o ambiente.

 

Dessa maneira, escolher um papel de parede para decorar um cômodo pode fazer com que ele pareça maior ou menor, mais ou menos iluminado, aconchegante ou espaçoso. A variação de cores, texturas, estampas e padronagens também pode criar um visual moderno ou tradicional para o ambiente – mas vale lembrar que tudo vai depender do efeito que se espera da colocação do papel de parede.

 

Antes de fazer a escolha e também na hora fatídica, alguns aspectos devem ser levados em conta para a colocação do papel de parede. Éfundamental que a parede esteja preparada e que não tenha irregularidades, buracos, texturas ou problemas com infiltração. A preparação com massa corrida ou fundo preparador para gesso é necessária para que a superfície fique lisa e impermeável.

 

É fundamental que a obra esteja totalmente finalizada para a aplicação do papel de parede.

 

Também é importante conhecer e saber diferenciar os tipos de papel: vinílico que é resistente à luz, que pode ser lavado; o tradicional, que é composto de celulose e não pode ser lavado; TNT que pode ser limpo com pano úmido.

 

Como Criar Um Efeito Harmônico Com Papel de Parede

Para quem quer decorar ou renovar os ambientes da casa, uma arma poderosa é o uso do papel de parede. No entanto, para que ele não acabe sendo o responsável pelo efeito de poluição visual do ambiente, é necessário preocupar-se com os outros itens da sua decoração. Quando for escolher cores e estampas, considere o que existe de móveis e de acessórios no cômodo que receberá a instalação.

 

Vale sempre lembrar que o papel de parede pode ser aplicado em qualquer canto da casa. Isto mesmo! Até os banheiros podem receber aplicação de papel de parede desde que ele seja de material vinílico. O vinílico evita deterioração causada pela umidade e vapores que são constantes nos banheiros. Mas para quem quer apostar, ele é excelente, já que o material é facilitador na hora de fazer a limpeza, bem como possui uma durabilidade incrível e que poucos a conhecem.

 

Caso a ideia seja aplicar o papel em apenas uma parede, no teto, em faixa ou em só meia parede, de forma de a tinta ainda apareça, a harmonia depende a coordenação das cores do papel com a da parede pintada. Assim, opte por estampas com tons parecidos ou que combinem com a cor da tinta – pode ser no fundo ou nos detalhes do desenho. Além disso, é bom evitar a combinação – estampa marcante e tinta de cor forte – pois isso pode causar incômodo e desconforto visual.

 

O correto, portanto, é sempre fazer a escolha por um papel de parede que se harmonize com o que já existe no ambiente. Combine, portanto, estampa ou textura de acordo com outros elementos do ambiente, como cor de tapete, tecido do sofá, almofadas e cortinas. Se a escolha partir para um papel colorido e mais extravagante, o ideal é optar por tecidos e tapetes neutros e combinar as cores do papel nos acessórios.

 

Hoje no mercado, há uma grande variedade de modelos, marcas, texturas, cores e padronagens de papel de parede, bem como uma larga variedade de preços. Cuidado com papéis de parede muito baratos, a qualidade pode não ser tão garantida. O mesmo vale para papéis que custem muito, nem sempre o preço alto garante a qualidade do produto.

 

A instalação do papel de parede é simples e não faz sujeira. Com um pouco de paciência e dedicação, é possível aplicar corretamente o papel em casa. Para isso, além de checar se há a quantidade suficiente para o projeto, certifique-se de que a parede tem condições de receber a instalação, além de atentar-se às estampas. Se o seu papel for estampado, não se esqueça de observar, no momento do corte, se o desenho está encaixado e em sequência, de modo a completar-se. A aplicação é feita com cola e espátula. Lembra muito a colocação de papel contact.

Paredes Revestidas em Tijolo Aparente

Paredes acabadas com tijolo aparente apresentam de maneira geral certa rusticidade aos ambientes. São de fato, muito bonitos se bem colocados. Além disso, há inúmeras vantagens em usar este tipo de acabamento, no entanto, vale lembrar que não é possível sair modificando a parede que recebe este tipo de acabamento com certa frequência. Os acabamentos em tijolo aparente ainda podem ser úteis também para criar uma decoração mais despojada, mesmo sendo um material que desperte a rusticidade.

 

Há diversas maneiras de realizar o acabamento em paredes com tijolinhos, os quais também são conhecidos como “tijolinhos a vista”. Os tijolos podem ficar na cor natural ou então serem pintados de branco, para ficarem mais suaves embora ainda levemente diferenciados. Ou até mesmo podem receber uma camada de outra cor de tinta, caso sejam mais antigos e precisem de alguma manutenção. O ideal é que sempre sejam lixados e resinados com produto apropriado.

 

Uma das maneiras mais tradicionais de fazer o uso do acabamento com tijolo aparente, é erguer a parede com tijolos que possam ficar aparentes, como no sistema de tijolos ecológicos (de demolição) ou então com tijolos mais rústicos. É o modo mais prático porque dispensa a necessidade de revestir as paredes, bastando deixar os tijolos aparentes, e revestir com pintura somente onde por acaso não se queira deixá-los à mostra. Isso reduz gastos e  mão-de-obra, além de deixar as paredes mais finas, ocupando menos espaço. Vale lembrar que para o assentamento de tijolos aparentes é importante a contratação de mão de obra especializada. Também é preciso lembrar que obras feitas com este material tendem a ser mais lentas.

 

Outra forma de trabalhar com o tijolo aparente é revestir uma parede que já está pronta com ele. Nesse caso, a parede não é revestida com um tijolo inteiro, e sim apenas a metade dele, já que não há a necessidade de erguer uma divisão. O tijolo fica  com cerca de 5 cm de espessura. Essa solução é ideal para quem quer realismo, pois são tijolos de verdade, no entanto há o inconveniente de aumentar muito a espessura da parede, perdendo assim um pouco de espaço e dificultando a execução no encontro com móveis e caixilhos, pois fica muito saltado para frente.

 

Outra aposta que tem sido muito usada, e que pode ter um custo menor do que o tijolo aparente é fazer o uso de cerâmica que imita o tijolinho. Solução ideal também para paredes já prontas, já que as cerâmicas com aspecto de tijolo têm o efeito inverso do tijolo aparente, pois são mais finas, portanto mais fáceis de aplicar, mas um pouco menos realistas.