Dicas Para Usar Eletrodomésticos Embutidos na Decoração da Cozinha

O que era pouco comum de ser visto em decoração de interiores de cozinha, agora é uma tendência que, além de estar em alta, dificilmente será posta de lado. Trata-se do uso de eletrodomésticos embutidos. Se antes isto era visto apenas em fogões, agora se estende muitas vezes para o forno micro-ondas, aos cooktops e fornos separados, e algumas vezes até para a geladeira.

 

A prática de embutir eletrodomésticos não é recente, no entanto tem ganhado cada vez mais força, não somente porque a indústria investiu muito mais em artigos para este fim, mas porque há cada vez mais a necessidade de otimização de espaço. As casas e apartamentos cada vez menores, não podem comportar os eletrodomésticos que antes poderiam ser alocados em qualquer canto da cozinha.

 

Optar por eletrodomésticos embutidos confere uma série de vantagens à área da cozinha. A cozinha fica mais organizada, os espaços ficam melhores distribuídos, além de possibilitar a colocação de mais de um eletrodoméstico comum, como a colocação de 1 ou mais fornos em torres verticais, embutidos em armários mais altos. Essa opção agrega versatilidade e praticidade à cozinha.

 

 

E não é apenas isto. Vale muito apostar nessa nova tendência, uma vez que colocar os eletrodomésticos de maneira embutida ainda agrega a ideai de ambiente mais clean e moderno, em especial se forem usados modelos também na mesma linha. Isto ainda facilita a manutenção, já que evita a formação de cantos difíceis de serem limpos, e que vão acumulando sujeira.

 

No entanto, não basta apenas ter o desejo de realizar um projeto como este na cozinha. É preciso também estar disposto a investir bem mais na decoração do ambiente. Os eletrodomésticos embutidos custam bem mais do que os comuns e, eles necessitam de mobiliários planejados, que também elevam o custo do projeto de decoração.

 

No entanto, vale lembrar que é possível encontrar outras maneiras de embutir os eletrodomésticos que fujam dos tradicionais modelos planejados. É possível solicitar a um pedreiro que faça diretamente nas paredes nichos em que seja possível instalar os aparelhos da cozinha.

 

No entanto, para um projeto alternativo como este, é fundamental que o planejamento seja feito com antecedência e os aparelhos também adquiridos antes, pois as medidas dos nichos onde serão colocados fornos, por exemplo,  precisam ser exatamente iguais as que são recomendadas pelos fabricantes. Vale lembrar que ainda é preciso escolher todos os pontos de tomadas, para que os aparelhos possam funcionar adequadamente.

Eletrodomésticos Brancos ou Inox: Qual o Melhor Para os Ambientes?

No momento de fazer a decoração final de uma cozinha, uma dúvida que tem sido muito recorrente é em que cor de eletrodomésticos se deve ou não usar. Como estão em alta os tons de inox, o branco será que perdeu sua vez? Veja algumas dicas e escolha o que for melhor para combinar com o conjunto que já é dominante na decoração da casa como um todo.

 

Uma das possibilidades levantadas por quem está decorando o interior de uma cozinha é o uso de dois tipos, simultaneamente, como uma geladeira branca e um fogão de inox em uma mesma cozinha. De modo bem prático, não é uma combinação que fica muito bacana, e que por recomendações de quem entende do assunto, também não deve ser realizada. No entanto, conforme for a situação, pode até ser utilizado.

 

Por exemplo, em uma cozinha com os armários brancos e o refrigerador encaixado em uma grande estante, ele pode ser branco para criar uma parede homogênea, enquanto o fogão de inox se destaca em uma ilha. Ou então o contrário, um fogão branco embutido em armários brancos, com a parte superior – das bocas – em inox, combinando com a geladeira e outros eletros em inox. O que importa é existir algum critério de equilíbrio e harmonia no conjunto.

 

Já no que concerne diretamente ao uso de eletrodomésticos, o melhor é apostar em um material único. Estão em alta os que possuem acabamento em inox – ou chamado de aço escovado. No entanto, vale lembrar que estes, por serem modelos da moda, são bem mais caros que os demais.

 

Mas não é somente o valor dos produtos que deverá ser o critério de escolha. Os modelos em acabamento branco acabam perdendo a vez, por serem de material inferior e, por isso, o acabamento apresenta um desgaste maior com o tempo, ficando rapidamente com coloração amarelada e / ou  manchada, em particular, nos pontos que não apresentam acabamento emborrachado. O ideal, portanto, é sempre investir em materiais que tenham acabamento de maior durabilidade.

 

Por outro lado, também é importante ressaltar que nenhum deles está distante da perfeição. Os produtos que apresentam acabamento em inox tendem a apresentar marcas de dedos, conforme vai se dando o uso deles.

 

O branco, portanto, cria uma decoração menos ousada, mais tradicional e cumprem bem a sua função. Os eletrodomésticos que possuem acabamento em inox criam um efeito muito mais imponente e, de acordo com a nova tendência, vieram para ficar por muito tempo.