Closet Dentro do Banheiro

Uma das tendências mais fortes hoje encontradas nos projetos de arquitetura e decoração é a presença da integração dos ambientes. Salas já não se dividem mais e a cozinhas aparecem no meio delas. O mesmo processo de integração tem sido visto em banheiros e closets. A razão principal é a praticidade, além da economia de espaço, já que a circulação e o uso na hora de se vestir ficam mais fáceis.

 

Unir o banheiro e o closet garante maior sensação de amplitude, e evita-se a construção desnecessária de paredes. E para manter alguma privacidade, permitindo o uso do ambiente por duas pessoas ao mesmo tempo, pode ser criada uma área separada para o vaso, fechada com paredes ou então com vidro jateado, por exemplo. As possibilidades de criação de layout são inúmeras, e dependem das necessidades específicas e do espaço disponível também.

 

No entanto, não é apenas sair fazendo a integração entre os dois ambientes. Alguns cuidados devem ser tomados para que não haja erro no projeto. A primeira questão é quanto à ventilação dos ambientes, uma vez que a umidade advinda do banheiro é um ponto certo para acúmulo de fungos e mofos. Por isso, o ambiente precisa ser mantido com o máximo de ventilação. O ideal é que exista pelo menos uma boa janela, e que ela fique aberta na hora que o chuveiro for usado. Jardins de inverno, que são abertos na parte superior são uma ótima pedida, já que o vapor tende naturalmente a subir. Quanto mais próxima do chuveiro estiver a janela, melhor.

 

Outra dica é deixar sempre o box fechado, em particular se a janela ficar na parede de dentro do box. Se não houver uma janela lá dentro, ainda assim é possível fechar o box, utilizando um exaustor no teto. Esse não é o ideal, no entanto, já que exaustores fazem barulho e a ausência de aberturas pode criar uma sensação menos agradável dentro do box, um pouco claustrofóbica.

 

Também vale a pena o uso de produtos anti-umidade dentro dos armários. Além de produtos específicos para essa finalidade, que podem ser encontrados nos mercados, é possível usar qualquer material ou elemento que absorva a umidade do ar, como cal ou até mesmo arroz, fazendo a troca periodicamente. O melhor mesmo, no entanto, é sempre recorrer aos recursos mais naturais.

 

Evite ainda o contato com água nos armários, que certamente fará com que a madeira se deteriore com mais rapidez.

Dicas de Outros Materiais Para Serem Usados em Bancadas

Hoje, há uma enorme variedade de materiais que podem ser usados em bancadas de pias, banheiros, lavandeiras e lavabos. São desde os mais resistentes aos que apresentam uma qualidade um pouco inferior, mas que de maneira geral, fazem direitinho suas funções.

 

As bancadas de inox já estão no mercado há certo tempo. Elas apresentam um visual denominado de high tech pelos decoradores e este combina com outros acessórios da cozinha ou do banheiro, como cubas, eletrodométicos e torneiras de todos os estilos. O aço inox é um material muito higiênico e resistente às altas temperaturas, embora precise de certos cuidados para se manter sem riscos ou pequenos amassados.

 

Quem opta por uma bancada de inox terá um aspecto homogêneo no ambiente, se colocado  com a cuba em uma única peça, ainda ganhará no quesito limpeza. O valor de bancadas de inox varia de acordo com a espessura e qualidade do material, e quanto maior for a espessura da peça, certamente o valor será mais elevado.

 

Já as bancadas de vidro têm sido muito comuns em projetos de banheiros e lavabos. Também já podem ser vistas em cozinhas, o que é muito interessante por conta do preço do vidro. As bancadas de vidro são extremamente leves e higiênicas, uma vez que são totalmente impermeáveis. O ideal neste caso, é que as bancadas sejam de vidro temperado, uma vez que se quebrem, esfarelam de modo a evitar qualquer tipo de acidente. E, para cozinha, especificamente, a espessura também deve ser maior que em outras áreas, para resistir aos impactos. O vidro produz uma sensação de limpeza e versatilidade, portanto, vale muito apostar neste tipo de material para bancada.

 

Outra aposta que não é tão comum de ser vistas em projetos, mas não por isso é menos bonito ou menos arrojado, são as bancadas de porcelanato. A bancada de porcelanato é uma opção ainda menos conhecida, mas que confere a resistência do granito, aliada ao visual das pedras mais sofisticadas, e com ainda outro atrativo: o baixo custo.

 

As bancadas de porcelanato são feitas com grandes peças de porcelanato, de maneira semelhante às bancadas de granito, mas com a vantagem de terem aspecto mais liso e várias opções de cor. Não é uma bancada revestida com peças de porcelanato, como se pode imaginar a princípio. A desvantagem em relação ao silestone e ao corian, por exemplo, é a presença de emendas, assim como no granito e no mármore, que, no entanto podem ficar bem sutis com uma boa execução.

Como Fazer o Design de Interior de Banheiros?

Nem sempre a decoração do interior de um banheiro foi privilegiada. Em muitas casas, bastava ter um espaço que atendesse às necessidades de uso corrente: banho e higiene. No entanto, os banheiros e lavabos passaram a ter uma atenção muito maior no decorrer dos anos. Banheiros e lavabos são espaços que também devem receber atenção devida e, apresentar uma decoração que garanta conforto aos seus usuários, em especial quando se trata dos ambientes das casas.

 

Como o banheiro é um espaço mais íntimo, o adequado é que ele seja reservado ao uso dos moradores da casa. O ideal, portanto, quando o espaço permite, é ter, além dos banheiros de uso da família,  um lavabo – um banheiro sem chuveiro, box ou banheira – que atende em especial às  visitas. A decoração de um lavabo também deve ser mais caprichada, por isso a recomendação é o uso de materiais mais nobres.

 

No lavabo são permitidos alguns exageros decorativos, tais como paredes escuras ou iluminação mais cênica. O lavabo pode ser bem pequeno, mas deve atender às necessidades básicas, ser bonito e confortável.  Se não existir este espaço, é importante pensar em um banheiro mais próximo da área social para executar esta função. Nele deve haver maior preocupação com a elegância e sofisticação dos elementos usados, bem como uso de compartimentos fechados para não deixar visíveis acessórios ou produtos de uso particular dos moradores.

 

É possível usar muito a criatividade para a decoração de banheiros e lavabos. Aposte no uso de pastilhas de vidro, móveis mais escuros e objetos de metal. A combinação poderá agregar um tom mais oriental tanto ao lavabo quanto ao banheiro. Aposte ainda em uso de peças de mármore em tons mais claros para fazer um equilíbrio e harmonização de cores. É ainda interessante o uso de diversos tapetinhos para aquecer o ambiente, que, por conta de suas características, tanto de uso, quanto de material, costuma ser muito gelado.

 

Mais especificamente nos banheiros que são servidos por banheiras, o ideal é fazer também o revestimento delas com pastilhas de vidro. O acabamento em pastilha de vidro acaba oferecendo um grande diferencial no conjunto arquitetônico decorativo.

 

Quem possui espaço e ainda está pensando na planta para a  construção da casa, deve apostar em banheiros e lavabos grandes, o que será um grande diferencial na construção. Banheiros grandes são mais aconchegantes e podem ganhar até mesmo uma ofurô. Lavabos grandes podem ganhar armários para acomodação de diversos objetos, que nem sempre são possíveis de serem organizados em outros locais da casa.

Como Escolher os Móveis Para Banheiro

Toda a decoração do banheiro precisa incluir peças que sejam versáteis e resistentes, pois este é um ambiente que mais recebe água e produtos de limpeza durante a higienização da casa. Este processo faz com que a maioria dos móveis que sejam voltados para o banheiro possam ter um acabamento mais reforçado, ou sejam feitos de materiais mais resistentes. Conheça a seguir alguns dos móveis básicos que não podem faltar em sua decoração.

 

Gabinetes para banheiro

Os gabinetes para banheiro são uma excelente alternativa para apostar em ambientes que tenham restrição de espaços. Isto se trata de um armário completo com detalhes em MDF, bem como um tampo de vidro, fronte em vidro, um suporte de fixação e os puxadores preferencialmente devem ser de alumínio cromado. Uma prateleira utilizada logo ao lado da gaveta poderá servir para guardar toalhas e outros tipos de objetos de decoração, o que dão um maior charme para o ambiente.

Armários com duas portas e uma gaveta podem ser utilizados

Este é um tipo de armário que poderá ser utilizado tanto em banheiros, como nas áreas de serviço. Com duas portas e uma gaveta, além de puxadores em plástico, estes modelos podem ter um acabamento envernizado. Uma alternativa interessante para escolher é o armário Itaim da marca Politorno, que poderá ser o móvel que faltava para o seu banheiro, ou para a área de serviço, que pode deixar tudo bem mais protegido e organizado. Este modelo possui os pés que mantém o móvel ainda mais elevado, facilitando a limpeza e aumentando a durabilidade de sua peça.

Espelhos com funcionalidades integradas são fundamentais.

Optar por bons espelhos com funcionalidades integradas é muito interessante, como por exemplo um armário embutido para guardar os cosméticos, as escovas e pastas de dente, lâminas e cremes de barbear, e vários outros produtos que são necessários usar em uma base diária.

Escolha uma estrutura que seja 100% em MDF e que seja finalizada com um bonito acabamento com pintura 100% UV na coloração branco e preto. Escolha um modelo que conte com quatro prateleiras externas de vidro, e uma porta com duas prateleiras internas, além de contar também com um porta escovas.