Dicas de Decoração de Interiores Com Papel de Parede

Quem está querendo fazer algum tipo de modificação na decoração do interior da casa, nada melhor do que modificar as paredes: seja pintando de outra cor, colocando adesivos ou papéis de parede. Uma boa aposta é usar o papel de parede, seja estampado ou com textura para dar um ar de renovação e ainda conferir alegria ao local.

 

De acordo com os designers de interiores, toda a decoração deve conversar entre si, esta deve ser a grande regra. Por exemplo, se o ambiente é colorido, é importante  ter objetos em cores neutras, mais tranquilas, compondo uma harmonização com outras peças. No entanto, em um dos objetos deve ter uma das cores que estão inseridas no papel de parede, para que haja sincronia em relação às tonalidades do ambiente.

 

Os decoradores afirmam que a aposta em papéis de paredes estampados é muito válida, no entanto a utilização deles deve ficar em paredes únicas, com destaque para determinadas áreas, como a utilização em lavabos, cabeceira de quarto de casal, sala de jantar e corredor. A estampa tornará essas áreas mais atrativas.

 

De acordo com a escolha da estampa – se for pequena e delicada – pode ser aplicada em todo o ambiente. Vale lembrar que, em papéis de parede com estampas maiores, a recomendação é que seja feita uma composição com papéis de parede lisos, para não deixar o ambiente sobrecarregado de imagens. Os papéis de parede, contudo, devem ser aplicados por profissionais, uma vez que uma aplicação ruim certamente irá comprometer toda a composição do local. Por exemplo, é preciso harmonizar o desenho de uma estampa com outra parte da parede, e vice e versa. Se a aplicação na parede é em tecido, o cuidado deverá ser redobrado. O mesmo vale para aplicações de certos adesivos, em especial os maiores.

 

É possível escolher entre diversos tipos e modelos de cobertura para as paredes. Há uma imensa variedade de opções de papéis de parede, entre elas laváveis, finos, grossos e até mesmo com impermeabilização, o que facilita muito a limpeza do local.

 

O custo do papel de parede também segue a mesma linha de variedade. O preço costuma variar entre dez reais a mil reais o metro linear. Os estampados e impermeáveis costumam ser o mais caros do grupo. A escolha por uma qualidade inferior e preço menor poderá ser determinada pela área de aplicação. Em corredores, por exemplo, o ideal são os mais grossos, porque em geral as pessoas esbarram com frequência nas paredes.

Dicas de Como Reduzir Gastos na Decoração de Interiores

Projeto finalizado, casa ou apartamento prontos. Agora é seguir para a etapa final e, de acordo com alguns, uma das mais caras também. Na hora de fazer a decoração de interiores, o orçamento já está bem apertado por conta de tantos gastos que foram realizados com a obra. No entanto, não dá para deixar de organizar a casa para garantir conforto e aconchego para os seus moradores. A melhor maneira então de seguir com o projeto de decoração é apostar na diminuição de gastos. Conheça algumas dicas de como reduzir gastos na decoração de interiores.

 

Muito se fala em cortar gastos no momento de fazer a decoração de interiores, uma vez que já foram gastos alguns valores bem significativos. Reduzir gastos na decoração dos ambientes não significa usar só o que é mais barato, sem que a qualidade do produto e / ou material não seja levada em conta.

 

Deixar, então, deixar a sala sem sofá, por exemplo, não será uma economia, necessariamente. Trata-se, de fato, de uma questão de otimizar a relação custo-benefício, ou seja, pensar na forma mais simples e objetiva de resolver os espaços, mesmo que para isso seja necessário criar soluções um tanto fora dos padrões convencionais. Aqui valem as observações criativas, que solucionam problemas e otimizam o dinheiro gasto com a decoração.

 

Um exemplo em clássico disso é a questão dos armários. É sabido por todos que armários consomem os orçamentos nos projetos de decoração de interiores. Eles são caros porque no processo de execução deles há mão de obra envolvida, que custa quase 75% do total de um orçamento. Para diminuir os custos com os armários, trabalhar com a possibilidade de materiais alternativos, ou até mesmo, com a prática do “faça você mesmo”, para aqueles que possuem conhecimentos de marcenaria, é o melhor a ser feito. Não fique, portanto, sem os armários, que são fundamentais para a organização de todos os objetos de uma casa.

 

Aposte em fazer a pintura das paredes sem a contratação de mão de obra especializada. Certamente, com o dinheiro economizado, será possível investir em um piso laminado de melhor qualidade e durabilidade, bem como na compra de mais peças do mobiliário.

 

Também aposte na compra de móveis que sejam multifuncionais. Esta é uma tendência que está em alta, e veio para ficar. Em especial para ambientes pequenos, trata-se da melhor aposta para o momento.

Como Utilizar Luminárias Pendentes na Decoração de Interiores

A questão da iluminação em um projeto de interior é fundamental para dar luminosidade adequada aos ambientes. Sem um bom projeto de iluminação, todo o restante da decoração do interior da casa estará comprometido. Daí ser tão importante definir onde serão colocados os pontos de iluminação, bem como os tipos de luminárias. Há no mercado uma infinidade de modelos, sendo que cada um deles é mais apropriado para determinado local.

 

Por sua vez, um dos tipos que mais tem atraído os consumidores são as luminárias pendentes. Luminárias pendentes, que são aquelas que ficam penduradas no teto e são o tipo de luminária ideal quando se quer destacar algum móvel ou algum ponto do ambiente. Elas possuem como principal atrativo serem altamente chamativas, além de direcionam a luz para objetos específicos.

 

É justamente esta característica das luminárias pendentes que faz com que elas sejam altamente privilegiadas em uma diversidade de projetos, já que podem ser empregadas em diferentes ambientes da casa. O direcionamento da luz tende a criar uma ambientação aconchegante, não só porque a luz não fica tão forte como também porque a lâmpada costuma ficar mais escondida, em particular nos modelos de cúpula fechados.

 

Outro detalhe que torna a luminária pendente muito atrativa é que os fios suspendem as luminárias costumam ser reguláveis, deixando assim a dica de colocá-las de acordo com o desejo pessoal. No entanto, elas não devem ser deixados com menos de 20 cm de extensão, a não ser que a intenção seja quebrar o efeito normalmente gerado por elas. Se o fio ficar muito pequeno, o resultado será similar ao de um plafon ou luminária de sobrepor. Então, o ideal é verificar antes, qual o efeito que se deseja para o ambiente. Esta intenção não fica bem em locais como cozinhas, salas de estar e salas de jantar. Procure usá-las com os fios no tamanho padrão.

 

Vale ainda ressaltar quais são as medidas ideais para cada intenção. Quando está sobre uma mesa ou bancada, a luminária pendente deve ficar aproximadamente entre 70 cm e 1 metro de distância da superfície, para não ofuscar nem bloquear a vista, assim também ela não parecerá extensão do móvel. Se estiver no centro de um ambiente ou na passagem, a altura mínima é de aproximadamente 2 metros, para não ficar no meio do caminho de quem passa. Já sobre as mesas de cabeceira, ao lado da cama, os pendentes podem ficar mais baixos, a cerca de 40 ou 50 cm do móvel.

Dicas Para Decorar Apartamento de Solteiro

Decorar um ambiente nem sempre é tarefa fácil para quem já entende ou é especialista no assunto. Para alguns homens então, a tarefa de decorar o próprio apartamento parece algo do outro mundo. No entanto, há um mito também corrente nessa afirmação. Homens gostam sim de organizar o espaço deles, com bom gosto, sofisticação e arrojo. Assim como as mulheres, há alguns que possuem mais interesse e facilidade em desenvolver a tarefa do que outros. Quem ainda possui muitas dúvidas sobre o que fazer, basta seguir a rega de outro: menos é sempre mais.

 

Nunca exagere na decoração de um ambiente, mesmo se gostar de diferentes móveis, objetos e quadros, verifique se todos eles combinam entre si. Por outro lado, homens são mais práticos. Então, não aposte apenas no simplismo de colorar apenas um sofá na sala e a tevê. Aposte em móveis úteis como mesas de centro, de canto, um bom tapete, quadros. Não se esqueça de um abajur ou lustres que corroborem na decoração. Opte ainda por cores que combinem entre si, em geral tom sobre tom.

 

Aposte na personalização do ambiente. Homens também querem um local para chamar de seu, então vale muito apostar em objetos decorativos que remetam à personalidade do homem que vivi na casa. Carros em miniatura, uma mesa de bilhar (por que não?), pequenos mimos, quadro com figuras das bandas preferidas nas paredes,  todos os objetos irão ajudar a compor a personalização do ambiente.

 

Na cozinha, não deixe nada encaixotado. Garrafas de bebida, por exemplo, devem ser colocadas em pequenas mesinhas. Além de muito mais prático, ficam bonitas e dão um novo visual ao ambiente. Se a cozinha for no estilo americano e o apartamento compacto, a mesinha com bebida pode ficar no balcão, oferecendo um charme a mais, deixando o local convidativo para um bate-papo bem descontraído, enquanto as refeições são preparadas.

 

Quem preferir e disponibilizar de mais espaço, um bom local para fazer um barzinho é a casada do apartamento. Mesmo em tempos de valorização de espaço gourmet, vale à pena a aposta.

 

Na cozinha, torne os aparelhos eletrodomésticos objetos decorativos. A ideia é que além de mais praticidade, os aparelhos ajudem a deixar o ambiente mais colorido e harmônico. Uma tendência bem forte é evitar armários de cozinha muito grandes. Opte por prateleiras – cujo custo é menor e acabam facilitando a organização, já que tudo fica à mostra. Há modelos que podem combinar com todos os estilos e gostos.